Em 2012, durante um ato nacional por memória, fomos convidados a realizar uma performance chamada “Corpo de Cristo” durante uma cerimônia religiosa que seria feita na jazida do Frei Tito de Alencar.

A ideia da performance era trabalhar com o imaginário das missas e do corpo dos dominicanos. Distribuímos, durante a leitura de um dos poemas de Tito, uma “hostia” contendo os rostos dos desaparecidos políticos. Os corpos de desaparecidos.

A performance, assim como o ato, contou com a presença de ex-perseguidos políticos e familiares de Tito, como sua sobrinha Lúcia Alencar. A missa foi realizada por Pe. Mandredo.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.