manifesta

Dentro da programação do Manifesta! os Aparecidos Políticos apresentou um trabalho intitulado “Intervenção Urbana pelo Ar” com objetivo de fazer uma ação urbana midiática a partir de uma perspectiva de arte ativista com dois focos de atuação: o direito à memória e à verdade (questionando aspectos sombrios e não revelados da Ditadura Civil-militar brasileira), cialis sale e consequentemente, buy   a democratização dos meios de comunicação (a partir da subversão desses meios).

A intervenção foi feita a partir da transmissão dos

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

algumas vezes e a transmissão do

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

na frequência FM 103,5 em um raio de aproximadamente 2km.

Além da intervenção na rádio, tivemos bate-papos (Disponíveis pra download) com:

Júlia Limaverde, uma das organizadoras do Manifesta, comentou sobre como foi o processo de organização do encontro, um espaço que se pretende ir além do evento e também de discussão de políticas públicas para a arte; Comentou também um pouco sobre a relação com o Massafeira realizado em 1973. Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179600_entrevista_com_julia_limaverde_-_produtora_massafeira.wma

Sal, artista e filho de preso político comentou sobre seu trabalho que estava em exposição no mesmo local donde fazíamos a transmissão. Sel também deu alguns relatos da sua vivência com arte e as possibilidades de articulação dessa com a política. Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179602_conversa_com_sel_parte_1.wma

Julião do coletivo Baião Ilustrado comentou sobre o trabalho que estava sendo apresentado no Dragão do Mar.
Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179601_entrevista_bai_o_ilustrado.wma
Jaime Carimbé, militante comunista e ex-motorista de Luis Carlos Prestes em 1963, deu uma relato forte sobre sua vida. Acompanhou de perto o golpe militar e fez uma análise da situação, inclusive no Ceará. Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179603_converrsa_com_jaime_carimb_.wma

Agradecemos e parabenizamos a organização do Massafeira! nesse importante espaço de articulação da arte contemporânea no Ceará.

Sobre Os Aparecidos Políticos:

Têm como proposta trabalhar a partir de uma perspectiva de relação entre a arte e política. Ou seja, colocamos-nos naquilo que se entende por arte ativista.

Entendemos a arte enquanto um processo e uma convivência com um exercício da polêmica acerca das configurações da vida em sociedade, seus novos recortes e as novas regras que as sustentam. Entendemos a arte enquanto uma atividade política, observando que: “a resistência da obra não é o socorro que a arte presta à política. Ela não é a imitação ou antecipação da política pela arte, mas propriamente a identidade de ambas. A arte é política”. (Ranciere)