Dentro da programação do Manifesta! os Aparecidos Políticos apresentou um trabalho intitulado “Intervenção Urbana pelo Ar” com objetivo de fazer uma ação urbana midiática a partir de uma perspectiva de arte ativista com dois focos de atuação: o direito à memória e à verdade (questionando aspectos sombrios e não revelados da Ditadura Civil-militar brasileira), cialis sale e consequentemente, buy   a democratização dos meios de comunicação (a partir da subversão desses meios).

A intervenção foi feita a partir da transmissão dos nomes dos 140 desaparecidos políticos algumas vezes e a transmissão do relato de uma militante torturada na frequência FM 103,5 em um raio de aproximadamente 2km.

Além da intervenção na rádio, tivemos bate-papos (Disponíveis pra download) com:

Júlia Limaverde, uma das organizadoras do Manifesta, comentou sobre como foi o processo de organização do encontro, um espaço que se pretende ir além do evento e também de discussão de políticas públicas para a arte; Comentou também um pouco sobre a relação com o Massafeira realizado em 1973. Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179600_entrevista_com_julia_limaverde_-_produtora_massafeira.wma

Sal, artista e filho de preso político comentou sobre seu trabalho que estava em exposição no mesmo local donde fazíamos a transmissão. Sel também deu alguns relatos da sua vivência com arte e as possibilidades de articulação dessa com a política. Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179602_conversa_com_sel_parte_1.wma

Julião do coletivo Baião Ilustrado comentou sobre o trabalho que estava sendo apresentado no Dragão do Mar.
Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179601_entrevista_bai_o_ilustrado.wma
Jaime Carimbé, militante comunista e ex-motorista de Luis Carlos Prestes em 1963, deu uma relato forte sobre sua vida. Acompanhou de perto o golpe militar e fez uma análise da situação, inclusive no Ceará. Baixe aqui: http://chiapas.indymedia.org/local/webcast/uploads/_wma_/179603_converrsa_com_jaime_carimb_.wma

Agradecemos e parabenizamos a organização do Massafeira! nesse importante espaço de articulação da arte contemporânea no Ceará.

Sobre Os Aparecidos Políticos:

Têm como proposta trabalhar a partir de uma perspectiva de relação entre a arte e política. Ou seja, colocamos-nos naquilo que se entende por arte ativista.

Entendemos a arte enquanto um processo e uma convivência com um exercício da polêmica acerca das configurações da vida em sociedade, seus novos recortes e as novas regras que as sustentam. Entendemos a arte enquanto uma atividade política, observando que: “a resistência da obra não é o socorro que a arte presta à política. Ela não é a imitação ou antecipação da política pela arte, mas propriamente a identidade de ambas. A arte é política”. (Ranciere)

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.